Archive for the ‘Acordos Internacionais’ Category

FAPEMIG assina novo acordo com instituição Alemã

terça-feira, setembro 6th, 2011

logo_fapemig-1

Druck

Na semana passada, o presidente da Fapemig, Mario Neto Borges, e o presidente da Fundação Alemã de Pesquisa Científica (DFG), Matthias Kleiner, assinaram um novo acordo entre as duas fundações. O acordo estabelece ações conjuntas paras as instituições, com a duração inicial de cinco anos, podendo ser prorrogado a cada dois anos.

 

A parceria prevê a realização de projetos de pesquisa envolvendo os dois Países, o intercâmbio de pesquisadores e a realização e coordenação de workshops e outras atividades em conjunto. As propostas serão analisadas por ambas as partes que, decidirão, acerca das responsabilidades de financiamento, de acordo com as regras e legislação de cada País. Em princípio, cada País será responsável pelas despesas de seus pesquisadores.

Segundo o Diretor do DFG para a América Latina, Dietrich Halm, “para o DFG, a Fapemig é uma importante parceira no Brasil porque está direcionada para a qualidade da cooperação na pesquisa e possui estruturas flexíveis de financiamento. Minas Gerais, com o seu grande número de Universidades e Institutos de Pesquisa, é um centro importante no cenário brasileiro de ciências”.

A Fundação Alemã de Pesquisa Científica (DFG) fomenta projetos de pesquisa em instituições de ensino superior e em outros órgãos de pesquisa. A entidade apóia projetos em todos os ramos da ciência, como Ciências Humanas, Sociais Aplicadas, Exatas e Engenharias. Desde 2009, o acordo estabelecido entre a FAPEMIG e o DFG permite que pesquisadores brasileiros e alemães submetam propostas de projetos em conjunto para serem apoiados por essas organizações.

Empresas da Região Emilia-Romagna procuram oportunidades no Brasil

quinta-feira, março 18th, 2010

Com o objetivo de auxiliar a cooperação bilateral Itália/Brasil e o relacionamento entre os empresários, a Câmara Italiana de Minas Gerais oferece a possibilidade de realização de encontros de negócios gratuitos com seis empresas da região italiana da Emilia-Romagna. As empresas, dos mais diversos setores, estarão em Belo Horizonte entre os dias 22 e 23 de abril e procuram importadores, distribuidores e parceriais industriais.

A Emilia-Romagna é uma região situada ao norte da Itália, com mais de quatro milhões de habitantes, cuja capital é Bologna. É considerada uma das regiões mais ricas da Europa, atraindo imigrantes de diversas partes do mundo. A economia é muito desenvolvida, se destacando pincipamente no setor industrial.

Agende o seu encontro!

Para mais informações entre em contato com Assessoria Internacional da SECTES.

e-mail: mateus.alvim@tecnologia.mg.gov.br

 

A DIMINUIÇÃO DAS EMISSÕES DEVERÃO TER COMO META 2020

sexta-feira, dezembro 18th, 2009

O acordo da Conferência de Copenhague se chamará “Acordo de Copenhague” e já começa a tomar forma. Ontem, foi elaborado entre os observadores, a imprensa e a presidência dinamarquesa um rascunho do documento, ainda cheio de espaços em branco onde deverá haver cifras, o que ressalta dificuldades na negociação do acordo. O documento apóia a diminuição do envio de gases de efeito estufa para atmosfera o mais breve possível, contudo, estabelece como “teto” o ano de 2020. Reconhece também que o marco temporal para que os países em desenvolvimento cumpram a meta será maior – espera-se que no ano de 2050 tenha-se conseguido diminuir em 50% as emissões, tomando como base os valores de 1990.

Fonte: El País - http://www.elpais.com/articulo/sociedad/emisiones/deberan/tocar/techo/2020/elpepusoc/20091209elpepusoc_1/Tes

Líderes ibero-americanos fecham acordo sobre desenvolvimento tecnológico

quarta-feira, dezembro 2nd, 2009

Estoril (Portugal), 1 dez (EFE).- Os líderes de Estado de América Latina, Espanha e Portugal acordaram na 19ª Cúpula Ibero-Americana, que terminou hoje na cidade portuguesa de Estoril, promover o desenvolvimento científico e tecnológico para superar os efeitos da crise financeira e melhorar a qualidade de vida na região.

A Declaração de Lisboa, assinada hoje pelos líderes, centrada no tema principal da cúpula - inovação e conhecimento - considera que ambos são instrumentos fundamentais para “erradicar a pobreza, combater a fome e melhorar a saúde”.

O documento pede que os Governos fortaleçam as instituições nacionais ligadas à inovação e a promover a cooperação solidária entre os países da região.

Para isso, promoverão a criação de “um novo e ambicioso programa cuja definição estará a cargo de um grupo de trabalho de responsáveis governamentais de cada país, coordenado pela Secretaria-Geral Ibero-Americana (Segib)”.

Será um programa “para pesquisa aplicada e inovação tecnológica, inclusivo e aberto a todos os países, complementar dos programas existentes e estreitamente articulado com os mesmos”.

A declaração final não menciona o Programa Região Ibero-Americana Inova, dirigido a reforçar a cooperação em matéria de pesquisa aplicada e inovação tecnológica entre as empresas da comunidade, devido à oposição da Venezuela, segundo fontes da Segib.

O documento inclui também o objetivo de potencializar a formação de “talento e recursos humanos” em inovação científica e tecnológica, “procurando atrair mais jovens às corridas científicas”.

Aposta também por desenvolver estratégias de fomento “da inserção laboral”, incluindo o emprego das tecnologias da informação e da comunicação (TICs) “para a geração de trabalho digno”.

Os líderes acordaram impulsionar medidas com o objetivo de universalizar o acesso às TICs e o desenvolvimento de conteúdos digitais através de programas de alfabetização digital e tecnológica.

Também pedem a criação de condições propicias para proporcionar recursos destinados a fomentar “a inovação nas pequenas e médias empresas”.

O documento destaca o papel essencial “do Estado para encorajar e coordenar ações e políticas de inovação no âmbito econômico e social”, além de ressaltar a importância da inovação, do conhecimento e da transferência de tecnologia para enfrentar a mudança climática.

Neste sentido propõe “participação ativa e coordenada” na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que acontecerá em Copenhague, de 7 a 18 de dezembro. EFE

Fonte: G1

Curso “Elaboração de Projetos União Européia (FP7) e FINEP”

quinta-feira, agosto 13th, 2009

INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Período de realização: 08 a 09 de setembro – Auditório da FAPEMIG – rua Raul Pompéia, no 101, São Pedro, Belo Horizonte, Minas Gerais.

Objetivo: capacitação para elaboração de projetos para o 7 Programa Quadro da União Européia e para a FINEP

Público-Alvo: técnicos envolvidos em projetos de inovação e de captação de recursos internacionais (Universidades, Fap, Secretaria, Empresas).

Comissão Européia lança 29 chamadas para Cooperação Internacional no âmbito do FP7

quarta-feira, agosto 5th, 2009

 

A Comissão Européia publicou diversas chamadas em diferentes áreas temáticas no âmbito do 7º Programa Quadro - FP7, dentro do subprograma específico de Cooperação Internacional. Veja abaixo a apresentação para mais informações.

 

Áreas Temáticas das Chamadas:

- Saúde (3 chamadas)

- Alimentos, Agricultura e Biotecnologia (1 chamada)

- Tecnologias de Informação e Comunicação (2 chamadas)

- Nanociências, Nanotecnologias, Materiais e Novas Tecnologias de Produção (6 chamadas)

- Energia (4 chamadas)

- Ambiente (incluindo mudanças climáticas) (1 chamada)

- Transportes (incluindo Aeronáutica) (6 chamadas)

- Ciências Sócio Econômicas e Humanidades (4 chamadas)

- Espaço (1 chamada)

- Segurança (1 chamada)

 

As ações de cooperação internacional apoiadas pelo FP7 estão conectadas a questões políticas, para apoiar os compromissos internacionais da UE e compartilhar o progresso socioeconômico, competitividade, valores e princípios de sustentabilidade ambiental global.

 

Essas ações são guiadas por dois objetivos básicos:

 

- apoiar e promover a competitividade européia por meio de parcerias estratégicas em pesquisa com países altamente industrializados e economias emergentes em C&T, envolvendo os melhores cientistas dos países terceiros em trabalhos com e na Europa;

 

- identificar problemas específicos de países terceiros ou questões de caráter global, na base do interesse mútuo.

 

Para maiores informações contate a Assessoria Internacional através dos e-mails priscila.gomes@tecnologia.mg.gov.br ou angelica.patarroyo@tecnologia.mg.gov.br